Erasmus+ é o programa da UE nos domínios da educação, formação, juventude e desporto para o período de 2014-2020. Estes setores podem dar uma contribuição importante para ajudar a enfrentar as mudanças socioeconómicas, os principais desafios que a Europa terá de enfrentar até ao final da década e apoiar a execução da Agenda Política Europeia para o crescimento, o emprego, a justiça social e a inclusão.

                      

Escola Secundária da Lixa e o seu Agrupamento, viu a sua candidatura ao programa Erasmus KA2+ aprovada em julho de 2017 com o projeto: “your rights are my rights – fighting discrimination and promoting equality.” Por outras palavras, venceu um projeto financiado pela União Europeia, integrado numa equipa multinacional, composta por escolas da Itália, Hungria, Chipre, Roménia e França. Tudo isto significa que haverá um intercâmbio internacional com alunos de escolas destes países  ao longo dos próximos dois anos. A equipa da nossa escola é composta pelos professores Célia VazPaula Correia e Pedro Alves.  Entre as multiplicidades de objetivos deste projeto multinacional, trabalhado online com os nossos parceiros europeus, os nossos são os seguintes: 

·            Promote active participation, free and meaningful to children and teenagers;

·            The right to a healthy environment.

 

São, de certo modo, objetivos que já vamos cumprindo por cá, têm que ver com a nossa essência e maneira de estar, e vão de encontro ao espírito do Programa Erasmus KA2+: “work together, to develop, share and transfer best practices and innovative approaches in the fields of education, training and youth”.

SELECIONADOS PARA VIAJAR ATÉ ITÁLIA.
Estão finalmente encontrados os três primeiros alunos, selecionados para viajar no âmbito do programa Erasmus+. A Ana, a Inês e o Pedro, foram selecionados por um processo que contemplou: uma avaliação entre pares (55%), uma entrevista realizada por três professores (15%) e uma classificação dos resultados académicos, obtidos até ao momento da publicação destes resultados (30%).

São três excelentes alunos, multifacetados, polivalentes e com atitude. A par de outros, excelentes também, provaram muito e merecem este desejado “prémio”, que se irá concretizar na breve pausa do próximo Carnaval, em Pisa e Florença (via Milão), em Itália, obviamente.

Mais do que uma mera viagem, esta semana, que terá organização de uma escola técnica, ITIS Leonardo Da Vinci, em Pisa, marcará indelevelmente as suas vidas. A experiência absorvida, que por certo trarão para Portugal, e sobretudo para uma cidade pequena como a Lixa, será também importante, porque contagiante, porque prospetora de horizontes que se querem bem superiores.